PESQUISAR


BLOGS TEMÁTICOS


A INFLUÊNCIA MIDIÁTICA NA CASA DO CRISTÃO


Por Tiago Rosas

É CLARO QUE INFLUENCIA!

É preciso ser muito ingênuo e desprovido de discernimento espiritual para achar que jogos virtuais são inofensivos aos jovens, desenhos animados não influenciam as crianças, músicas mundanas não contaminam e programas de TV não moldam a conduta de ninguém. Há em tudo isso conselhos de ímpios, caminho de pecadores e roda de escarnecedores, além de uma sutil atuação demoníaca, mascarada de entretenimento: paganismo, ocultismo, espiritismo, feitiçaria, libertinagem, perversão dos costumes, rebeldia, violência gratuita, extravagâncias, maquinações para o mal, vícios, etc.

E ainda há quem diga: "consumo tudo isso e me sinto uma pessoa super normal. Nada disso abala minha fé". Já ouvi jovens cristãos dizerem: "Meus filmes preferidos são filmes de terror, e não vejo nada de mais nisso". A verdade é que você está como Sansão após derrotado por Dalila: pensa ser forte, mas está enfraquecido (Jz 16.20); ou talvez como os crentes da igreja de Sardes, que tinham nome de quem estavam vivos, mas verdadeiramente estavam mortos! (Ap 3.1). Bem dizia Leonard Ravenhill, há três homens em cada um de nós: o que pensamos que somos, o que os outros dizem que somos, e o que Deus sabe que somos! O que Deus tem a dizer sobre nós, nossos gostos e nossas ocupações? O que sua Palavra revela sobre os "propósitos e intenções" do nosso coração? (Hb 4.12).

"Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima..." (Cl 3.1)

Tiago Rosas