PESQUISAR


BLOGS TEMÁTICOS


A LUZ DA SALVAÇÃO

POR DANIEL SANTOS


"O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?" Salmos 27:1

A experiência salvífica segundo as lentes de John Wesley nos adverte que: "A salvação começa com o que é usualmente chamado de maneira muito adequada de graça salvadora, incluindo o primeiro desejo de agradar a Deus, a primeira aurora de luz referente à sua vontade e a primeira convicção leve e passageira de ter pecado contra Ele."

"O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei?"

Davi tomado pelo Espírito do Senhor nos reporta as nossas origens; a Luz que outrora fora manifesta no ato criador de Deus Pai, torna a se revelar no dia da salvação, isto é, no ministério glorioso do Senhor Jesus.
Davi precisamente salienta que a Luz da criação posteriormente salvaria (Luz da salvação).

Em consonância com o pensamento de Wesley, o poder desta luz leva o pecador a consciência de seus erros, e ao mesmo tempo o motiva a fazer a vontade do sEu Senhor.

O famoso termo de Descartes "Ego cogito, ergo sum sive existo" é didaticamente preciso no que concerne o novo nascimento dado ao crente, ou seja, quando penso nas provas inefáveis do amor de Deus em minha vida, logo existo!

Não há o que temer, não há dúvidas; a convicção que esta Luz ocasiona no coração e na mente do servo; excede tanto o filtro cartesiano, quanto a "potência infinita" espinosana. Todos métodos e ápices do pensamento não são páreos para definir esta inaudita conversão.

"O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?"
O novo nascimento pressupõe uma nova vida, é óbvio. E esta vida é pulsionada por uma força (Dynamis ou Dunamis).

"Mas recebereis poder do Espírito Santo..." (Atos 1:8) O coração receioso, amedrontado que impera nos dias de hoje, é o resultado da negação desta força; pessoas que se julgam serem participantes de uma salvação eterna, não obstante, se negam a submeter-se ao Espírito Santo.
Quem limita este poder, somos nós mesmos; jamais chegaremos lá, se não nos encurvarmos para este governo.

A Luz que lá no Gênesis atuou na criação, Salvou nos Evangelhos, e é a mesma que nos dá força para vencermos esta jornada de trevas. Hoje o Senhor te convida para uma legítima caminhada rumo ao céus. Jesus está às portas!

Referências bibliográficas: 
Sermões "Sobre a realização da nossa própria salvação", II,1 (J, VI, 509).