PESQUISAR


BLOGS TEMÁTICOS


AVIVA A TUA OBRA

POR OBREIRO DANIEL SANTOS




"Ouvi, SENHOR, a tua palavra, e temi; aviva, ó SENHOR, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos faze-a conhecida; na tua ira lembra-te da misericórdia." Habacuque 3:2

Certificamos que as reformas religiosas do rei Josias (640 - 609 a.C.) não perduraram após a sua morte. Um pouco mais de um século, o Senhor toca mais uma trombeta: Judá testemunha o castigo de Deus sobre seu irmão (Dez tribos do norte) são arrazados pelos Assírios em (722 a.C.)

Habacuque, ora ao Senhor; clama ao Deus todo poderoso devido violência (Hamas) de sua época. Nesta oração profética proclama o plano salvífico do Senhor.

"Ouvi, SENHOR, a tua palavra, e temi"
Judá ainda passaria pelo cativeiro babilônico, Persa, Grego, e Romano para que assim se cumprisse esta preciosa profecia.
Jesus Cristo é a Palavra de Deus que causa temor na vida do homem, pois sua morte nos trouxe a consciência do nosso pecado; nos lavou com seu Sangue ressuscitando ao terceiro dia.

"Aviva, ó SENHOR, a tua Obra no meio dos anos"
A Obra de salvação é realizada pelo Espírito Santo, sendo o fundamento dela: "Cristo."
No dia de Pentecostes, o Senhor avivou esta Obra salvífica no coração de sua igreja notificando com a pregação do Evangelho Eterno.


"No meio dos anos faze-a conhecida;
A Obra de Deus é eterna; o dever da igreja sempre foi levar o pecador a conhecer os intentos de Deus, não obstante o que se vê hoje é o pecado do rei Ezequias se repetindo: "E disse ele: Que foi que viram em tua casa? E disse Ezequias: Viram tudo quanto há em minha casa; coisa nenhuma há nos meus tesouros que eu deixasse de lhes mostrar." Isaías 39:4
O que temos, e o que fazemos em casa (denominação), fique conosco; beleza e podridões há em todo lugar. Não se orgulhe pelo que Deus faz em sua comunidade eclesiástica, pois o mal o pode destruir!

A mensagem é: Jesus salva, e virá buscar os que permanecerem submetido a esta graça!

"Na tua ira lembra-te da misericórdia."

Os juízos para este mundo estão se cumprindo cabalmente, não é novidade a ninguém; basta caminharmos segundo as misericórdias do Senhor.